segunda-feira, 28 de novembro de 2011

História da evolução (ou decadência) do Funk


Quer eu queira ou não, o Funk é um movimento cultural vindo de favelas, sendo assim, me sinto na OBRIGAÇÃO de falar um pouco da história desse movimento.

Anos 60
O funk surgiu em 1964, quando James Brown gravou a música Outta Sight, porém, a música considerada a primordial do estilo musical, foi Papa's Got a Brand New Bag também de James Brown. Sendo assim, independentemente de qual música foi a que iniciou, o responsável pelo movimento foi James Brown com suas músicas impactantes que faziam a galera dançar e se divertir ao som da batida.
Basicamente, James Brown foi o principal cantor de Funk nos anos 60.

Anos 70
Em meados dos anos 70, George Clinton criou um tipo de funk baseado no Jazz e no Rock Psicodélico e com o nome baseado nas duas bandas Parliament e Funkadelic. Surgiu então o P-Funk, com músicas como Atomic Dog.
Outros que se destacaram na década, foram Kool & The Gang (que posteriormente passou a seguir o estilo Disco), Kurtis Blow (um dos criadores do Rap), Rick James e Chaka Khan.

Anos 80
Com o grande sucesso das músicas do estilo Funk, os DJs e cantores de Rap, começaram a pegar os Samples (batidas) das músicas dos anos 60 e 70 para fazer um estilo parecido mas com a Poesia (a letra P da palavra Rap).
Grandes destaques no cenário mundial, foram Afro Rican com a música Give All You Got, Afrika Bambaataa com as músicas Planet Rock e Looking for the Perfect Beat e Grandmaster Flash com a música The Message.

Anos 90
Quase duas décadas após o sucesso do Funk no cenário mundial, nos anos 70, o Funk chega ao Brasil com o estilo conhecido como Funk Carioca. Apesar da influência notável do Funk, grande influência veio do Rap e Electro.
Grandes sucessos que surgiram no cenário nacional, foram Mc Marcinho, Claudinho & Bochecha e Mc Cidinho & Doca.
No cenário mundial, foi a época em que teve a maior queda de famosos no estilo.

Anos 2000
O Funk praticamente norte-americano praticamente some do cenário mundial e o Funk Carioca entra como uma potência musical no cenário nacional.
O século começa com Mc Colibri cantando Ela me ama e Mc Fornalha cantando Paga Spring Love.

De volta a luta

Por mais que eu não esteja morando no morro, a luta continua mesmo assim.

terça-feira, 1 de março de 2011

Ficarei um tempo sem postar.

Bem galera, mais uma vez ficarei um tempo sem postar...

O motivo desta vez é que estou de mudanças.

Qualquer coisa, mandem email: titoncio@gmail.com

segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

[Debate] Homossexual é beneficiado com lei Maria da Penha.

Olá pessoal, estou aqui com mais um debate.

Bem, o assunto agora é o seguinte:
Pela primeira vez, um homossexual é protegido pela lei Maria da Penha.

Caso queira ler a noticia original, aqui está o link:
http://ultimosegundo.ig.com.br/brasil/rs/justica+gaucha+aplica+lei+maria+da+penha+para+proteger+homem+gay/n1238114999603.html

Basicamente aconteceu o seguinte:
O homossexual diz estar sendo ameaçado pelo ex-namorado, o que causou um medo por parte dele.
O juiz Osmar de Aguiar Pacheco foi quem tomou a decisão.

Agora vamos as opiniões:

A favor do juiz:
É uma pessoa que está sendo ameaçada, não apenas um homossexual.

Contra o juiz:
A lei foi feita para proteger as mulheres, como Deus não "aprova" os homossexuais, o juiz agiu incorretamente.

Contra o homossexual:
Ele não pode aproveitar que se sente uma mulher, para usar leis das mulheres.

Meio termo:
Acredito que a lei só deva beneficiar as mulheres, nascidas mulheres, porém, num caso de ameaça, deve-se prezar pela vida, seja de quem for.

CASO TENHA OUTRA OPINIÃO, DEIXE-A NOS COMENTÁRIOS, TALVEZ EU A COLOQUE NO TEXTO.

sábado, 26 de fevereiro de 2011

[DEBATE] O policial foi exagerado ou fez o correto ao expor essa mulher?

Olá pessoal, venho hoje com mais um caso policial.
A mulher que está no vídeo, é acusada de corrupção.

Vou dar uma pequena resumida sobre o vídeo, para quem estiver com problemas para assistir ou não queira:
A mulher do vídeo é acusada de corrupção e de estar com o dinheiro dentro da calça, ela concordou em ser revistada, mas não em abaixar a calça para mostrar que não tinha nada.
O policial, aparentemente sem tempo, forçou a retirada da calça, logo após a chegada de uma policial feminina.

Seu navegador não suporta o vídeo.



Agora vamos ver os lados:

A favor do policial e contra a mulher:
Ela é uma corrupta, feriu os direitos humanos, os direitos humanos não servem mais para ela, o policial estava apenas cumprindo seu papel.

Contra o policial e contra a mulher:
Ele foi violento e feriu os direitos constitucionais, mas mesmo assim, ela não precisava ter cometido um crime.

A favor do policial e da mulher:
Ele impôs sua autoridade, fez o correto, mas ela foi humilhada, não precisava ter seu vídeo divulgado.

Contra o policial e contra a mulher:
Ela cometeu um crime, mas o policial exagerou em forçar a retirada da roupa dela.


CASO TENHA OUTRA OPINIÃO, DEIXE-A NOS COMENTÁRIOS, TALVEZ EU A COLOQUE NO TEXTO.